Guloseima: aventuras culinárias

Cozinha da Angelina



Bacalhau!


Fica tãooooo boooooom! :) Ai, ai...

Meus amigos, desculpem a demora em postar novidades e delícias. Angelina deve estar brava comigo mas, para compensar, adianto a adorável receita de bacalhau ao forno que minha prendada cunhada preparou para vocês! Nas palavras de Angelina:

Oi pessoal!

Continuando as receitinhas, aqui vai a do bacalhau que sempre me pedem. Hehehe! É tradicional na minha família, espero que gostem!

Bacalhoada da Angelina

- 2 kg de lombo de bacalhau
- 1 litro de azeite extra virgem
- 2 cebolas cortadas em rodelas
- 1 pimentão verde cortados em rodelas
- 1 pimentão vermelho cortados em rodelas
- 1 pimentão amarelo cortados em rodelas
- 6 dentes de alho grandes picados
- brócolis japonês
- cebolinha bem picada
- salsinha bem picada
- azeitonas pretas portuguesas
- sal a gosto
- 3 ovos cortados ao meio ou em rodelas
- alheira ou bolinho de bacalhau (opcional)

Dois dias antes faça o seguinte: coloque em uma tigela o bacalhau com a água, ponha no fundo da geladeira, onde ficam as verduras. Ao lado, coloque uma outra tigela com a mesma quantidade de água que utilizou para pôr o bacalhau de molho. Para que isso? Para que a temperatura da água na troca fique sempre a mesma de quando você for retirar água do bacalhau! A troca de água deverá ser de duas vezes ao dia, de manhã e à noite, sempre repetindo o processo. No terceiro dia, retire toda a água do bacalhau e coloque as postas numa vasilha com o azeite. Cubra o bacalhau e deixe um dia na geladeira.

No dia do preparo, coloque o bacalhau com o azeite numa forma que possa ir ao forno, adicione a cebolinha, salsinha, os dentes de alhos cortados ou inteiros sem casca, pimentões cortados em rodelas e ponha tudo para assar em forno médio. Quando estiver quase pronto (dourado e cozido), coloque as azeitonas pretas. À parte, cozinhe no vapor os brócolis, para que fiquem durinhos. Cozinhe também os ovos (na fervura, né).

Você pode também fritar alheiras para a guarnição. Fica delicioso!

Quando o bacalhau estiver pronto, arrume tudo numa travessa de servir, com os brócolis, ovos e alheiras por cima. E sirva imediatamente, com arroz branco, batatas e muito azeite!  

Dica da Gê: você pode fritar ou assar as alheiras (embutido tradicional de Portugal) para a decoração. Se não achar, coloque bolinhos de bacalhau fritos.

Dica da Lu, que tirou a fotografia acima e se fartou de provar essa maravilhosa iguaria: vinho acompanha maravilhosamente bem esse prato! Amigos portugueses que lerem isto, fiquem à vontade para dar dicas sobre os melhores vinhos. Vamos amar! :)



Escrito por Luciana M. às 17h17
[   ] [ envie esta mensagem ]




Polvo ao forno


A cor roxinha do polvo impregna as batatas. Delícia bonita!

Angelina, que é filha de portugueses, ó pá, escolheu a típica receita de "Polvo ao forno" para esta semana. Ela fez a receita no réveillon, e ficou fantástica! Eu, claro, provei e tirei as fotos.

- 1 kg de polvo já limpo
- 1 kg de batatas descascadas
- 3 cebolas cortadas em rodelas
- ½ litro de azeite
- 1 xícara de vinho branco
- 6 dentes de alho picado
- cebolinha bem picada
- pimenta dedo-de-moça sem semente
- 2 folhas de louro
- azeitonas
- sal a gosto
- salsinha para decorar

Coloque todos os ingredientes numa assadeira, misture bem, e leve ao forno para assar em forno médio, coberto com papel alumínio, por cerca de 20 minutos ou até cozinhar. Quando estiver cozido, deixe mais uma hora no forno para pegar cor. Mas fique de olho: ele não pode passar do ponto, senão fica borrachudo! A receita serve bem quatro pessoas.

Dica: faça um dia antes para que o tempero pegue bem.

O melhor acompanhamento? Vinho português, é claro.



Escrito por Luciana M. às 16h31
[   ] [ envie esta mensagem ]




Pudim de leite!

Angelina volta a colorir este espaço com suas receitas simples e geniais! Bem-vinda, Gê! :)


Pudim de leite é tãoooo boooom! :)

Oi, gente. Voltei!
Depois de 2006 é bom começarmos com uma receita bem fácil de fazer e que todo mundo conhece:

Pudim de Leite Moça

1 lata de leite condensado
2 latas de leite integral (utilizar como medida a lata do leite condensado)
2 ovos 

Bata tudo no liquidificador e reserve. Em uma forma própria para pudim derreta o açúcar, mas não deixe ficar escuro. Se você não tiver essa forma, pode fazer em um refratário de vidro ou até mesmo naquela forma para bolos com furo no centro. O importante é que a panela possa ser levada em banho-maria, tampado. Quando a forma estiver caramelizada, jogue a mistura batida no liquidificador e cozinhe em banho-maria até ficar durinho. Sirva bem gelado!

Dicas: O leite integral é a alma da receita, mas para quem quer mais light, pode usar leite semi-desnatado. Não aconselho a usar o desnatado, mas se quiser é só acrescentar uma colher de maizena para ficar mais durinho.

Outra dica para quem não quer que fique com cheiro de ovo, pode acrescentar de uma a duas gotas de baunilha, não mais que isso, pois a baunilha é forte. Se não tiver baunilha pode ser leite de côco, nunca mais que uma colher. É para usar bem pouco mesmo, senão o pudim não fica com o gosto do leite condensado.



Escrito por Luciana M. às 15h21
[   ] [ envie esta mensagem ]




Dia de pizza!

Hoje a nossa querida Angelina traz uma receita de preparo simples que seguramente vai agradar! Vejam lá:


Hummmm! A massa fica levinha e crocante, você pode comer muuuito

Oi pessoal! Voltei com uma nova receita muito fácil de fazer e que todos adoram: pizza. Basta seguir as instruções e caprichar nos sabores que é sucesso garantido em qualquer festinha.

Pizza Caseira

- 30 gramas de fermento fleischmann
- 1 Copo de requeijão de água morna
- 1 Colher de sopa de pinga
- 1 Colher de sopa de açúcar
- 1 Colher de sopa de sal
- 2 Colheres de sopa de óleo
- 1 Kilo de farinha de trigo (sol)

Em uma vasilha, dissolva o fermento na água morna, acrescente a pinga, o açúcar, o óleo e o sal. Por último acrescente a farinha de trigo até a massa ficar fofa e desgrudar de sua mão.

Sove a massa um pouco, separe as massas já no tamanho de cada pizza e deixe crescer aproximadamente 45 minutos. Cada receita rende umas 6 pizzas.

Dica:  Para a pizza ficar com a massa mais crocante, pré-asse as massas em discos já com molho e deixe esfriar para depois colocar as coberturas.

Sugestão de coberturas para as redondas: mussarela, calabresa em rodelas coberta com cebola fatiada, atum, catupiry e tudo o que sua imaginação mandar! Não esqueça de completar a iguaria com orégano ou folhinhas de manjericão e azeitonas bem bonitas e gordinhas.



Escrito por Luciana M. às 11h19
[   ] [ envie esta mensagem ]




Bauru na criquinha

Angelina é minha cunhada. Já a mencionei em outro post. Foi ela que me ensinou a preparar um caldo verde divino que postei mais abaixo. Graças a ela, temos sempre guloseimas novas e fresquinhas para provar. Para deixar este canto ainda mais apetitoso, convidei nossa mestre-cuca portuguesa para assinar uma coluna semanal no Guloseima. Hoje temos a primeira.

Divirtam-se! Mas antes, vamos gritar PARABÉEEENS! para a Gê, porque hoje a mestra faz aniversário! :)


Aposto que você nunca chamou essa tostadeira aí de cima de "criquinha", fala a verdade?

Olá! Sou a Angelina M. e estou estreando minha coluna aqui no Guloseima. Teremos muitas dicas, receitas, truques e macetes que facilitam o dia-a-dia na cozinha. oje começarei com uma dica simples de como fazer um delicioso "Bauru na Criquinha". Você deve estar pensando: Que raios é uma criquinha? Nada mais é do que o apelido que minha família sempre utilizou para este tipo de tostadeira do tempo de nossas avós (veja foto acima!), cujo nome oficial é tostex, e é facilmente encontrada até hoje nessas lojinhas de " + - 1 real ". Anote a receita e a seguir nossas dicas:

- 2 fatias de pão de forma
- 2 fatias de presunto
- 2 fatias de queijo prato ou mussarella
- 2 fatias finas de tomate
- orégano, a gosto

Coloque duas fatias de presunto, duas de queijo e duas de tomate em cada fatia de pão. Salpique com orégano e cubra com outra fatia. Leve ao fogo por 3 minutos e estará pronto.

Uma diquinha: para que o pão não fique grudado na criquinha, antes de colocar o lanche no fogo, esquente-a dos 2 lados. Além de não grudar, o lanche estará pronto mais rapidamente. Se você preferir, espalhe manteiga no pão para que o lanche fique mais saboroso.



Escrito por Luciana M. às 15h10
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


Luciana M. é jornalista, apaixonada por Gastronomia, Cultura e todas as coisas bonitas da vida. Inclua nisso aí itens como Arte, Viagens e Literatura. Tudo começando com maiúsculas, porque eu respeito. Adoro uma guloseima, coleciono receitas e sou boa ouvinte de histórias ligadas a costumes e culinária. Se tiver uma receita interessante, me envie! Se quiser alguma, é só pedir :)

Já li e recomendo: Sopa de Romã, de Marsha Mehram

Fale comigo!



 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, PINHEIROS, Mulher, de 26 a 35 anos, Gastronomia, Arte e cultura
Histórico
  Ver mensagens anteriores

Categorias
  Todas as Categorias
  Cozinha da Angelina
  Sexta-feira feliz
  Guloseimas
  Cozinha do Mundo
  Natal e Ano Novo
Outros sites
  All cupcakes
  Azeite
  Comidinhas
  Depósito Damasco
  Garfada
  Publicáveis
  Varal de textos
  Correio Gourmand
  André Marmota
  Pensar Enlouquece
  Under Press
  Caderno de Receitas
  Chucrute com salsicha
  Movimento Slow Food
  Cristiane Lisbôa
  Comes & Bebes
  Um Retirante
  Olitalia
  Doce Casinha
  Mixirica
  Dadivosa
  Trem Bom
  Fouet, Roux & Demi Glace
  Mi na cozinha
  Blog do Alessandro Segato
Votação
  Dê uma nota para meu blog